Solução em Informática

Curta Nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades que temos para você.

SlimDrivers Free

É um programa que procura as atualizações dos seus drivers e realiza o download automático delas, diretamente do site dos seus desenvolvedores.

IM-Magic Partition Resizer Free

Com este programa, você é capaz de aumentar ou reduzir o espaço de uma partição existente, assim como criar uma nova, eliminar uma existente, juntar duas ou redistribuir melhor o espaço de um disco.

sábado, 25 de abril de 2015

Processador DUAL CORE, CORE-2-DUO e QUAD CORE, qual a diferença?

Fonte: Oficina da Net





Ainda é normal existir dúvidas sobre a diferença dos processadores. Sintetizando, Dual Core é qualquer processador que possui dois núcleos; Core 2 Duo, trata-se de uma marca de processador da fabricante Intel e Quad Core difere-se dos demais por possuir quatro núcleos.Entenda como funciona um processador.

DUAL CORE

Dual Core, em português “núcleo duplo”. Este processador trabalha como se tivesse dois núcleos, porém, ele conta com apenas um núcleo. Poderíamos dizer que é uma máquina com dois processadores, assim, é possível processar, com bom desempenho, mais de uma tarefa ao mesmo tempo. O Dual Core é fundamental quando o usuário precisa usar dois tipos de aplicativos, como vídeos, jogos, programas de imagens, etc.

Notamos que a principal vantagem de usar esse processador é o seu grande desempenho em rodar muitos aplicativos pesados ao mesmo tempo. Deste modo, é excelente para pessoas que possuem o hábito de abrir várias páginas, ouve música e ainda realiza outras atividades simultaneamente.O processador Dual Core trabalha com frequência de até 2,2GHz e FSB de 800Mhz. Ele ainda traz cachê de L2 de até 4MB.

CORE-2-DUO

Este processador combina velocidade de processamento com baixo consumo de energia. Igualmente ao processador Dual Core, o processador Core 2 Duo também possui dois núcleos, porém, o grande diferencial deles é a diferença de consumo de energia, sendo que, o Core 2 Duo é mais econômico. O Core 2 Duo trabalha com frequência de até 3Ghz e FSB de 1333Mhz. O processador ainda possui cachê L2 de até 6MB. A redução de energia comparada aos seus antecessores deve-se ao fato de possuir novas tecnologias, não disponíveis nos demais. Um exemplo disto é o chamado Execute Disable Bit e Enterprise Security, estes, são processos que inibem a execução de códigos maliciosos de ataques do tipo buffer overflow. A virtualização assistida por hardware também é uma inovação no Core 2 Duo. Estima-se que a performance do Core 2 Duo chegue a 40% acima do Dual Core.
Deste modo, é possível concluir que o processador Core 2 Duo é mais eficiente. Ele tem a capacidade de suprir mais atividades pesadas que seu antecessor e ainda consumir menos energia. Segundo a Intel, um Core 2 Duo é indicado para:
  • Maximizar a produtividade para usuários e multi-tarefas;
  • Várias aplicações de Tecnologia e Informação rodando em background;
  • Software de colaboração e aplicações exigentes.

QUAD CORE

Este processador possui a mesma tendência do Dual Core. No entanto, antes os processadores possuíam dois núcleos, o Quad Core, possui quatro. A diferença dos demais não está apenas no número de núcleos, mas também no tamanho da memória interna, que está relativamente maior. A tecnologia Quad Core de processadores faz com que ele obtenha 4 núcleos, aumentando a velocidade de processamento por pulso de clock distribuindo assim, o processamento de dados entre os núcleos, fazendo que ganhe um maior desempenho. O clock pode alcançar até 3.33Ghz. Em overclocking, com cooler de ar, até 4.0Ghz, e com cooler de refrigeração baseada em água até 5Ghz. Com refrigeração a nitrogênio líquido, obviamente somente em experimentos, já foram alcançados 6.00Ghz.

Cada empresa que possui os processadores de quatro núcleos os intitularam com nomes diferentes. Para a Intel, Quad Core, e para a AMD, Phenom X4. Ambas as empresas procederam de maneira diferente quanto a memória, porém, as duas possuem um bom desempenho.

Como remover os Malwares do seu computador?

Os Malwares se instalam no computador geralmente, quando um usuário baixa um programa através de instaladores terceiros e não pelo site oficial do programa, e ao aceitar os termos, clicando apenas em “Avançar” você concorda em instalar outros programas que podem modificar suas configurações do navegador. Veremos como solucionar isso:


1) Remover programas desconhecidos:

Depois de instalado, procure por qualquer programa desconhecido relacionado ao site que está entrando no seu Chrome, por exemplo:

Snapdo, Hao123, Babylon. Ask, PortalDosSites, Wysys Control, Extended Protection, eSave Security Control, Desk 365, Nation Zoom browser protection, DProtect, New Tabs Uninstall, BrowserProtect, Omiga plus, Dosearches Browser Protector, Plus HD, Lollipop, Any Protect, 337 Games, Baidu Antivirus, Baidu PCfaste, Browse Smart, Deal 4Reala, Feven 1.1, File Frog Update, Fummoods, Mobogenie, My Searchdial, Optmizer Pro 3.2, Save Sense, SSavingtoy, Subtab, Video Player, Vo package, Uuupc You’re Always, Woow Coupoon, Websearches Uninstaller e qualquer outro programa desconhecido e desinstale.

2) Restaure as configurações originais do Google Chrome:
1. Clique no menu do Google Chrome na barra de ferramentas do navegador.

2. Selecione Configurações.

3. Clique em Mostrar configurações avançadas e localize a seção "Redefinir
configurações do navegador".

4. Clique em Redefinir configurações do navegador.

5. Na caixa de diálogo que é exibida, clique em Redefinir.

3) Crie um novo atalho para o Chrome em sua área de trabalho

1. Feche o Google Chrome completamente.

2. Acesse sua área de trabalho, clique sobre o ícone do Chrome, e exclua com SHIFT +DEL;

3. Clique com o botão direito do mouse sobre o ícone do Chrome na sua barra de tarefas, e clique em "Desafixar este programa da barra de tarefas";

4. Aperte os botões no seu teclado Win+ R e cole o seguinte diretório abaixo e
pressione ENTER:

C:\Program Files (x86)\Google\Chrome\Application (Para Windows 7, Vista, 8 64bits)
C:\Program Files\Google\Chrome\Application (Para Windows 7, Vista, 8 32 bits)
C:\Documents and Settings\%username%\Configurações locais\Dados de aplicativos\Google\Chrome\Application (Para Windows XP)

5. Clique sobre o arquivo "chrome", com o botão direito do mouse, e selecione "Enviar para > Área de trabalho (criar atalho)".

4) Ajuste suas configurações do motor de busca

1. Digite na sua barra de endereços (onde digita www) o
comandochrome://settings/searchEngines e pressione ENTER;

2. Localize o mecanismo de pesquisa do Google, passe o mouse em cima e clique em"Tornar padrão";

3. Qualquer outro mecanismo de pesquisa que não seja o Google, passe o mouse em cima e clique no "x" para eliminar do Google Chrome.

5) Elimine o site da página de inicialização

1. Digite em sua barra de endereços o comando chrome://settings/startup e
pressione ENTER;

2. Se houver algum link ou desconhecido, passe o mouse em cima, e clique no "x" para remover;

3. No campo "Adicionar uma página" escreva https://www.google.com.br e
pressione ENTER e clique em "Ok";

4. Digite em sua barra de endereços o comando chrome://settings/homePageOverlay  e pressione ENTER, se houver algum link que não seja do site do Google, clique na opção "Abrir esta página" e apague todo o link, e então digite https://www.google.com.br e clique em Ok.

6) Desative todas as extensões

1. Clique no menu do Google Chrome na barra de ferramentas do navegador.

2. Clique em Ferramentas.

3. Selecione Extensões.

4. Clique no ícone da lixeira de cada extensão desconhecida. Se você não conseguir remover alguma extensão porque ela está "gerenciada", atualize o seu Chrome para a versão 34, nesta versão, o Chrome se encarrega de desativar estas extensões por si só. Para atualizar o Chrome, digite em sua barra de endereços chrome://chrome e pressione ENTER. Se não funcionar, veja por favor este tópico.

7) Exclua o Malware das chaves de registro

Tome bastante cuidado ao fazer este passo!

1. Aperte as teclas Windows+ R, digite regedit e pressione ENTER;

2. Aperte CTRL + F e pesquise pelo nome do Malware, ao encontrar as chaves,
clique para excluir.

Tome cuidado ao excluir as chaves do Windows, pois quaisquer alterações indevidas, pode acarretar problemas no seu Sistema Operacional, caso dê algum problema, recomendamos fortemente que você execute uma Restauração de Sistema.

Como Desinstalar um programa pelo Revo Uninstaller?

Olá amigos, conforme mostrei Como instalar o Revo Uninstaller? 
Segue agora o passo a passo para remover os aplicativos indesejados seu computador.

1º Passo: Selecione o aplicativo desejado e clique com o botão direito do mouse e clique em Desinstalar, e em seguida clique em Sim conforme a imagem abaixo:



2º Passo: Marque a opção desejada, no meu caso, marquei a opção Avançada, em seguida clique em Avançar.


3º Passo: Neste passo o programa irá procurar o desinstalador próprio do arquivo, mas muitas vezes da um erro no programa (aplicativo Indesejado), sendo assim, irá aparecer a opção Avançar, depois disso só clicar. No meu caso apareceu o desinstalador, conforme abaixo:




4º Passo: Depois do programa desinstalado, clique em Avançar. Irá aparecer outra tela Verificando informações de sobras, clique em Avançar novamente:



5º Passo: Irá mostrar alguns vestígios no registro do S.O, clique em Marcar Tudo e em seguida Excluir, depois aparecerá uma tela para confirmar a exclusão dos arquivos, clique em Sim, logo clique em Avançar.



6º Passo: O processo é o mesmo que a anterior, mas este irá apagar os arquivos restantes, desta forma clique em Marcar Tudo e em seguida Excluir, depois aparecerá uma tela para confirmar a exclusão dos arquivos, clique em Sim, logo clique em Avançar.




7º Passo: Agora só clicar em Finalizado, que o programa já foi totalmente eliminado do seu computador

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Como remover senha do BIOS?

Um dos problemas apresentados,  é a perda da senha para entrar no SETUP do BIOS dos notebooks. Recomendo cuidados especias ao instalar senhas no SETUP, pois muitos modelos de notebooks, como da marca DELL por exemplo, não aceitam a remoção desta senha (reset do setup) sem o uso de um aparelho especial próprio para esta função.

             Felizmente a maioria dos fabricantes, como Acer, Asus, HP, Sony e muitos outros aceitam comandos para retirar a senha do BIOS e voltar a ter acesso as funções e configurações básicas do notebook ou computador desktop.
          Segue abaixo o procedimento que deve ser seguido de forma muito cautelosa e sem erros, senão poderá acarretar em outros danos ao seu computador.
               Tecle Win+R e digite CMD, isso abrirá o prompt de comando do DOS, assim digite o codigo ‘debug’ e de enter (sempre sem aspas)
depois digite ‘o 70 2E’ e de enter  (letra ó minúscula / dê espaço / número setenta / dê espaço / número dois e letra É MAIUSCÚLA / enter).
digite ‘o 71 FF’ e enter novamente
finalmente tecle ‘q’ e de enter
Pronto, seu BIOS não tem mais senha, mas se este comando não funcionar, tente este outro:
Debug (enter)
o 70 17 (enter)
71 17 (enter)
q (enter)
Observações:
O primeiro comando está explicativo entre parênteses, depois é só repetir nos outros comandos.
OBEDEÇA A ORDEM DE MAIÚSCULAS E minúsculas.
CUIDADO PARA NÃO TROCAR A LETRA Ó COM O NÚMERO 0 (ZERO).

Como ativar o gerenciador de tarefas novamente?

Aprenda como ativar o Gerenciador de Tarefas desativado pelo administrador,desabilitado ou bloqueado por Virus, Worms ou Trojans. Tem uma solução bastante simples e fácil.



Basta fazer o download desta entrada do Registro do Windows para ativar o Gerenciador de Tarefas, clicar em aplicar e pronto, o Gerenciador de Tarefas está habilitado novamente. (Guarde este arquivo para usar outra vez, caso venha precisar).

Você tem a opção de fazer diretamente pelo Registro do Windows. Mas, é um pouco mais complicado para usuários inexperientes, se você tem um pouco de conhecimento aqui está como ativar o Gerenciador de Tarefas pelo Regedit.

Siga passo-a-passo.

1 - Vá em iniciar, clique em executar e digite Regedit.

2 - Localize a chave

[HKEY_CURRENT_USER\Software\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Policies\System].
3 - Do lado direito clique com o botão direito do mouse e escolha "Novo" depois "Valor DWORD".

4 - Para o novo valor criado coloque o nome "DisableTaskMgr".

5 - Dê dois cliques em cima do valor criado e veja os valores.

6 - Os "Dados do valor" devem ficar "0" zero na "Base Hexadecimal".

7 - Dê um OK e pronto, o Gerenciador de Tarefas volta a funcionar novamente.

Se quiser impedir o acesso ao Gerenciador de Tarefas é só colocar o valor 1, para voltar a permitir o acesso digite "0" zero novamente.

Como desbloquear boot do notebook para formatação?

Não existe coisa pior, quando você tenta formatar o seu computador e o boot do computador não funciona. Sendo assim, fiz um pequeno tutorial mostrando o passo a passo, desbloquear o boot.


Para destravar o boot do notebook, terá de reiniciar o note, e teclar Del ou  Esc + F1, F2  para entrar no setup.
Depois de ter entrado na bios, entrar  Advanced setup ou Boot, na opção Sata.... (choi... mudar para IDE). Depois de ter feito isso, pressione a tecla F10 para salvar as alterações, depois de ter feito isso, com certeza você já poderá formatar o note ou PC.

Como resetar a Bios de seu desktop?

Fonte: Mídias e informática
Colocou senha no setup e agora esqueceu qual é? Mexeu nas configurações do setup e seu computador parou de funcionar perfeitamente? Talvez a única alternativa viável no seu caso seja resetar a bios. A bios é um aplicativo gravado no chip de memória somente de leitura, denominado cmos que tem por objetivo fazer o reconhecimento e configuração dos componentes conectados no computador, além de dar suporte na inicialização do sistema operacional.
Como fazer isso?
Primeiro, abra seu computador e procure por um jumper na sua placa mãe que tenha o seguinte nome do lado: Clear cmos, em alguns vai estar abreviado por exemplo, CCMOS. Geralmente esse jumper fica próximo à bateria, mas isso não é uma regra, pode está em outro lado da placa mãe.



Feito isso, realize os seguintes procedimentos na sequência:

  1.  Desligue o computador;
  2.  Localize o Jumper Clear CMOS;
  3.  Posicione o Jumper no modo “Clear CMOS” (pinos 2 e 3);
  4.  Ligue o computador por 20 segundos. (Obs.: o computador não apresentará nenhuma atividade, nem o cooler irá acionar);
  5. Desligue o computador;
  6.  Retorne o Jumper para a posição “Normal” (pinos 1 e 2);
  7.  Ligue o computador e estará concluída a limpeza da CMOS.
  

Como funciona a busca do Google?

Fonte: Oficina da Net


Se você utiliza a internet provavelmente já realizou uma pesquisa no Google. Vamos desvendar como funciona esse mecanismo de busca.
Para entender como tudo isso funciona precisaremos primeiro entender como o Google obtém as informações utilizadas em seus resultados.
Existe um robô chamado Googlebot que fica escaneando a web. Todo o conteúdo produzido na internet pode ser indexado desde que não seja barrado. Para o Googlebot não conseguir encontrar um site existem algumas formas, sendo as mais comuns o arquivo robots.txt e os links nofollow. O arquivo robots.txt é um arquivo que funciona como filtro para os mecanismos de busca na internet permitindo ou não que as páginas de um site sejam indexadas.
Este robô segue links para chegar aos diversos sites espalhados na web. Se não houver nenhum link apontando para o seu site ou se todos estiverem marcados com a tag nofollow o seu site não será indexado. Para agilizar o processo de indexação do seu site no Google você pode utilizar arquivos XML e mostrar para o buscador todas as páginas do seu site.

Quanto mais links existirem apontando para o seu site, maior a relevância dele na web. Isto é utilizado para calcular o tão falado PageRank. Depois de verificada a relevância da página chega a hora dela ser analisada segundo as políticas editoriais do Google.

Google Search Quality


Nesta etapa o Google Search Quality e a equipe antispam revisam e redefinem algoritmos. Mais de 10 mil pesquisadores remotos classificam a qualidade de suas buscas. Também são verificadas as denuncias de spam entre diversas outras analises. Neste momento é que são aplicadas as tão temidas penalidades do Google que podem desde diminuir seu posicionamento nos resultados das buscas como também podem banir sua página fazendo com que ela não apareça mais em nenhum resultado de busca realizado no Google.
Agora que já sabemos como o Google obtém os dados necessários para montar seus resultados vamos ver o que acontece quando um usuário realiza uma pesquisa. Uma das primeiras coisas que o Google faz quando começamos a digitar algo no campo de busca é sugerir palavras chave baseado no que foi digitado em outras ocasiões.
Além das palavras sugeridas são utilizados sinônimos para que resultados similares sejam exibidos nos resultados que logo serão exibidos na tela. Quando o resultado é exibido, centenas de páginas são listadas de acordo com a relevância que elas possuem. As páginas locais, ou seja, mais próximas de você ganham relevância e são exibidas na frente de outras páginas que são, por exemplo, de outros países.
Se você estiver logado com sua conta do Google, poderá verificar que agora também aparecem os sites que seus amigos compartilharam nas redes sociais. Esta informação é considerada como relevante, pois existe grande probabilidade de que uma página compartilhada por um de seus amigos seja realmente importante para você.

Anúncios


Além dos resultados relacionados à sua busca, o Google também exibe anúncios relacionados ao que você acabou de pesquisar. Se o anúncio tem muitos cliques ele pode até aparecer acima do primeiro resultado da sua busca. São diversos passos que acontecem para montar o resultado de sua busca e tudo isso acontece em menos de um segundo.
Agora que você conhece melhor como funciona uma pesquisa realizada no Google deve estar pensando se existe alguma forma de aparecer em primeiro lugar quando alguém pesquisar sobre determinado assunto. Não existe uma forma garantida para que isso aconteça, pois o Google não vende posicionamento nos seus resultados de buscas, mas existem técnicas que você pode aplicar em seu site ou blog para que ele apareça melhor posicionado. São as técnicas de SEO (Search Engine Optimization) que vão auxiliar você para deixar o seu site mais amigável para os robôs que vasculham a internet.


Aqui no Oficina da Net, você encontra um guia completo com diversas técnicas e dicas para melhorar suas páginas e assim ficar melhor posicionado no Google. Este guia tem dicas para quem esta iniciando em SEO ensinando o que você deve e o que não pode fazer quando o assunto é otimização de sites. Agora que você já tem toda esta informação nas mãos, use o Google em favor do seu site!

Quais as diferenças entre processadores Core i3, i5 e i7

Fonte: Oficina da Net
Autor:  Sergio Silva Pereira


Entenda o que é Core i3, i5 e i7. Saiba quais são as diferenças e o que fazem cada um dos processadores. Desde o surgimento do primeiro processador criado pela Intel em 1971, a Intel 4004, já se passaram 40 anos e o que antes era um assombroso invento, tornou-se brinquedo que qualquer criança de países modernos pode criar.
Desde o surgimento do primeiro processador criado pela Intel em 1971, a Intel 4004, já se passaram 40 anos e o que antes era um assombroso invento, tornou-se brinquedo que qualquer criança de países modernos pode criar. O interessante é que até pouco tempo o símbolo da tecnologia avançada, para muitos, era o Core2Duo. Mas, os processadores Core i3, i5 e i7 são as apostas da Intel neste novo mercado que se amplia.
Devido às grandes safras de hardware que surgem aceleradamente, os processadores devem acompanhar este avanço e acabam tornando-se mais confusos e difíceis de serem acompanhados. Para quem não é um técnico muito perito na área, nós explicaremos detalhes importantes sobre a capacidade e funcionalidades de cada um destes três.

Conhecendo o Core i3:

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3076/corei3.jpg
Na aposta feita pela Intel nestes últimos lançamentos, ela frisou esses três modelos de processadores para atender diversas exigências do mercado de hardware, sobretudo, para uma massa de usuários, cada vez mais exigente. A linha Core i3, i5 e i7 são basicamente as substituições do Core2Duo. Mais precisamente o Core i3 oferece algumas vantagens e condições melhores para funcionamento do PC. Entre os componentes do i3 você encontrará um controlador de memória DDR, que possibilita a realização de 8 acessos por ciclo, diretamente do processador interno, o que já era encontrado no processador AMD que foi torturada com o antigo DDR2. No core i3 existem dois propensos canais de memória RAM, possibilitando utilização em pares.
É perceptível a explosão que tivemos nos processadores que utilizam esses núcleos para deixar o sistema mais eficaz, embora no caso da tecnologia Hyper-threading ou hiperprocessamento, tenhamos uma maior leitura do sistema quando trabalhamos com programas variados. Através do i3 o Windows consegue alcançar no sistema quatro núcleos, isso ocorre pela releitura que é feita no sistema, porém, não é basicamente necessário para o desenvolvimento do processador. O grande diferencial desta tecnologia é que possibilita trabalhar com vários programas ao mesmo tempo e com o mesmo desempenho. É importante frisarmos que a maioria dos programas e jogos roda no core i3. Para quem pretende adquirir o mais rápido possível o i3 será necessário notificar que às placas mães possuem o soquete de encaixe diferenciado, mas, é possível encontrar placas já adaptadas no mercado.

Conhecendo o i5:

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3076/corei5.jpg
A diferença entre o i3 e o i5 é basicamente o perfil do usuário, haja à vista, que enquanto o i3 disponibiliza no mercado apenas dois processadores, o i5 conta com seis. O mais utilizado processador da i5 é o Intel Core i5 650, que, aliás, também se configura como o mais barato desta geração. O core i5 na verdade não chega a ser o mais veloz disponível, porém, é totalmente o que tem a capacidade de executar todo e qualquer programa e/ou jogo. Uma das grandes vantagens do core i5 é possuir o clock bem menor do processador possibilitando a redução do aquecimento e conseqüentemente diminuindo o gasto de energia.
A tecnologia Turbo Boost é outra vantagem do i5 que revolucionou o conceito de rapidez nos processadores, ele aumenta gradativamente, de acordo a necessidade. Possibilita trabalhar verificando todas às freqüências, temperatura e voltagem do processador. Nos novos processadores i5 é possível ter acesso a esta impressionante tecnologia inovadora. Devemos notificar também, que o core i5 como os demais da linha, integra uma PCI-Express 2 de até 16 linhas e com dois exclusivos canais controladores da memória.

Conhecendo o i7:

http://www.oficinadanet.com.br//imagens/coluna/3076/corei7.jpg
Constituindo-se a menina dos olhos da Intel o Core i7 é uma autoridade na linha de processadores considerados completos e o desejo de consumo. Ela é equipada com quatro núcleos, com exceção do i7-980x que vai além e oferece seis núcleos, uma memória cachê l3 de 8 MB, isso indica uma verdadeira máquina de executar tudo. Sem mencionarmos que a Tecnologia Turba Boost é complementada pela Intel HD Boost e a Intel Hyper Threading.
Ter um processador da linha i7 é ter uma máquina para rodar tudo, mas, vale à pena questionar o fator custo/benefício. Os valores variam de R$ 780,00 a quase R$ 2.000.00 após dois anos de lançamento. A perspectiva é que venham a cair de preço em 2012, até porque a promessa revolucionária é de uma geração de processadores AMR com uma gama de modificações extraordinárias e que agradou a Microsoft e por conta disso virá pronta para rodar até “disco de voador” se for o caso.

Conclusão:

Assim percebemos que na linha dos processadores da Intel o i3, i5 e i7 não grandes benefícios, mas, são muito completos. Os preços é que às vezes acabam por prejudicar a aquisição, se bem que nessa altura do campeonato, eles já estão bem mais em conta. Cabe mediar à necessidade e avaliar detalhes como a pouca diferença entre o core i3 e o i5 que tem somente o preço como fator que difere um do outro. O aconselhável é esperar que no próximo ano com a chegada do AMR a linha com os famosos i3, i5 e i7 possam estar disponíveis por preços mais acessíveis e que venha a valer à pena.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

O arquivo não some enquanto não teclo F5

É meus amigos, quem nunca passou por uma situação igual a essa, você acaba de deletar um arquivo ou criar uma pasta é nada do infeliz aparecer ou apagar. Na realidade este é um problema na conexão local pois existe alguns bugs que acaba causando este tipo de problema, sendo assim, a conexão local nada mais é aquela que você conecta a internet seja ela via wi-fi ou rede cabeada. 
Enfim, vamos para a solução do problema, é só seguir  o passo a passo abaixo:



1° Passo: Clique com o botão direito em cima do desenho do wi-fi, ou o desenho do Monitor, clique em Abrir a Central de Rede e Compartilhamento, conforme imagem abaixo:


2ºPasso: Clique em Alterar as configurações do adaptador, conforme imagem abaixo:

3º Passo: Clique com o botão direito no tipo de conexão local que você usa, e em seguida clique em Propriedades:


4ºPasso: Desmarque a opção Cliente para Redes Microsoft, e em seguida clique em OK. 




5º Passo: Faça um teste com a criação e exclusão de arquivos e veja se deu certo. Em caso negativo, reinicie o computador.



Dica rápida: Para quem quer pular este passo a passo, tecle Win+r e digite o seguinte comando ncpa.cpl e siga o passo a passo a partir do item 3.



Obs: E se caso você utiliza compartilhamento em rede, habilite novamente a opção acima, pois se você não habilitar não terá como ver os arquivos compartilhados ou compartilhar o mesmo. Lembrando que a habilitação  de Clientes para Redes Microsoft, não retornará o problema por enquanto.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Extensão Economia de dados (Beta) - Google Chrome

Reduz o uso de dados usando os servidores do Google para otimizar as páginas visitadas.
Navegue mais por menos






Quando esta extensão está ativada, o Google Chrome usa os servidores do Google para compactar as páginas que você visita antes de fazer o download delas. Páginas no modo anônimo e em SSL não são incluídas.
Esta extensão ainda está no modo *Beta*. Teste-a e envie seu feedback para nós clicando no menu do Google Chrome, no canto superior direito, e depois em Ajuda > Informar um problema.
Também é possível ativar a Economia de dados no Google Chrome para dispositivos móveis com Android e iOS no menu "Config.".  
Saiba mais sobre a Economia de dados do Chrome em 

https://support.google.com/chrome/?p=data_saver_off


domingo, 19 de abril de 2015

Como colocar foto de plano de fundo Windows 7 Starter Edition?

                                                   
Muita gente vibrou com a chegada do Windows 7 Starter Edition ao Brasil. O pacote é o mais barato da nova versão do Windows e, consequentemente, o mais acessível deles. Mas nem sempre tudo o que é mais barato tem as mesmas vantagens do pacote de preço superior – até porque se o valor é menor, haverá algum tipo de limitação.
Quem comprou a versão Starter Edition teve uma surpresa um tanto desagradável. O sistema não permite a personalização de papel de parede no desktop. Um problema para muita gente, sem dúvida nenhuma. Não adianta tentar pelos meios convencionais. Se você não tiver uma ferramenta como o Oceanis Change Background, seus esforços serão em vão. 


             

Os passos são esses:
1 - Baixe o programe no link abaixo
2 - Reinicie o computador
3 - Clique com o botão direito do mouse e vai aparecer a opção de personalizar.
4 - Clique em wallpaper, localize a foto que quer colocar como protetor de ela e substitua "chose".

Depois é só curtir o plano de fundo...


Pesquisa no Google: 10 dicas que você deve aprender

Fonte: Oficina da Net

                              


Conheça 10 dicas para usar o Google como um expert! As dicas vão de pesquisar frases exatas à consultar o tempo.
Google não é o maior mecanismo de busca do mundo atoa, se você pesquisa apenas uma palavra, ele te retorna milhares de resultados em milésimo de segundos. Isso é simplesmente incrível!
O resultado da sua busca pode se tornar ainda melhor se você souber usar alguns truques e funções “escondidas” na hora da pesquisa, isso traz pesquisas mais exatas. Estes dicas vão te tornar um verdadeiro expert em busca no Google. Veja só:



1- Pesquise uma frase exata

Colo que as palavras que você quer buscar entre aspas, oficina da net, se o seu desejo for pesquisar uma frase exata e na ordem exata. Mas isso pode excluir resultados relevantes, se você pesquisar “Ser ou ser”, na busca não aparecerá resultados de, por exemplo, “Ser ou não Ser”. Faça um teste clicando aqui.
Confira nosso curso: Curso de Google Analytics

2 - Use o cache

É certo que em algum momento você vai tentar acessar um site, e ele vai estar fora do ar ou em manutenção. Se você estiver precisando de alguma informação que tenha no site, você pode tentar visualizar o site usando o cache mantido pelo Google. Para usar a função é só você digitar “cache:SITENAME” (sem aspas, e com a URL do site no lugar de SITENAME). Veja um teste, com o cache deste site, clicando aqui.

3 - Leitura grátis

Os dados da Google vão além de simples, porém completas, buscas de links e imagens na web. A Google também oferece uma grande variedade de livros sob domínio público, você pode baixá-los sem qualquer problema. Deste modo você pode ler grandes clássicos da literatura, como, sem gastar nem um tostão.
O acervo do Google, também conta com trechos de obras pagas, o que permite ao usuário ler um pedaço do livro antes de comprá-lo, isso ajuda bastante durante a compra de um livro. Acesse o Google Livros clicando aqui.

4 - Tradução rápida

O Google Tradutor é uma ótima ferramenta, isso não há como negar. O Google Tradutor está dísponivel também junto às pesquisas no Google. Usando um simples comando é possível traduzir pequenas palavras e frases direto no buscador do Google. Veja:
Para usar este recurso, use o comando “translate PALAVRA to IDIOMA” (sem aspas, palavra ou frase no lugar de PALAVRA e o idioma a ser traduzido no lugar de IDIOMA), veja o resultado clicando aqui.

5 - Páginas relacionadas

Uma forma de descobrir sites relacionados ao site que você gosta ou costuma visitar, é usando este recurso da Google. Esse recurso é bastante fácil, assim: “related:URL” (sem aspas, colocando a URL após related), por exemplo, assim “related:www.oficinadanet.com.br”.

6 - Pesquise preços

Se você está à procura de um novo smartphone, de um computador, de um sofá, etc.. saiba que você pode usar o Google para fazer uma pesquisa de preço em várias lojas online. Para realizar esta busca é muito simples, basta você pesquisar o nome do produto e clicar, em seguida, na em “Shopping”.
Feito isso você verá uma lista de produtos encontrados com a palavra inserida na busca em diversas lojas online, assim como no exemplo da imagem acima. Na barra lateral esquerda, é possível filtrar os resultados por loja ou preço.

7 - Filtros de busca

O Google já usa sua localização e o idioma do seu navegador para organizar melhor os resultados das buscas. Porém, você também pode incluir filtros de idiomas, país, data e localização, em buscas de links. Quando você vai pesquisar imagens também é possível adicionar filtros de tamanho, cor, tipo e tempo.
É muito simples usar esses filtros, é só realizar uma busca e clicar em Ferramentas de pesquisa.

8 - Conversões monetárias

No Google você também pode fazer conversões monetárias. Por exemplo, “50 dollars to real”.
O comando é bem simples, porém o nome da moeda deve estar em inglês. Digita-se primeiro o valor (50 dollars) + to + o nome da moeda de saída (real).

9 - Verifique o clima

O buscador da Google tem várias funções especiais, além de realizar buscas. E mais uma, é a possibilidade de ver o clima de sua cidade. É bem rápido e simples fazer essa consulta meteorológica, basta digitar clima seguido do nome de sua cidade. Assim como na imagem abaixo:

10 - Pesquise definições

Você pode consultar definições de palavras ou expressões rapidamente colocando o comandodefine: antes de qualquer palavra, no campo de busca do Google. Como, por exemplo, “define:php” (sem aspas).
ExtraAlém dos vários truques que o gigante da busca tem “escondidos” no seu buscador, ele ainda gosta de fazer várias brincadeiras. Pesquise os termos “tilt”, “do a barrel roll”, “answer to life, the universe and everything” e/ou “Google gravity” (clique no estou com sorte) e descubra algumas brincadeiras da Google.